Bonde das Bonecas



Definitivamente, revelar uma orientação sexual ao mundo não é fácil. Imagine, então, sair do armário numa comunidade controlada pela mão pesada do tráfico ou das milícias e onde a religião, muitas vezes, dita normas de conduta. O anúncio pode detonar um rastilho de deboches, constrangimentos e humilhações diversas. Quem, num passado recente, enfrentou essa situação tem viva na memória as marcas da discriminação. Mas, felizmente, a questão da diversidade parece vir trilhando um novo caminho, no qual o respeito dá um tom de cordialidade às relações. Exemplos não faltam. Em Rio das Pedras, na Zona Oeste bomba um pub frequentado pelo público LGBT (lésbicas, gays, bissexuais e transgêneros). E olha que a comunidade é um reduto cabra-macho, sim senhor. Juntamente com a Rocinha, a favela é um dos destinos preferidos dos nordestinos que vêm morar no Rio.

Veja o vídeo do Bonde:


Nos bailes da periferia também há novidades positivas. Oriundos de Cinco Bocas, uma favela de Brás de Pina, cinco jovens estouraram no Youtube com o grupo funk Bonde das Bonecas. Um dos vídeos teve mais de três milhões de visualizações em dois meses. Na comunidade viraram ídolos e trouxeram novo visual para o figurino do batidão. Eles sempre se apresentam com as cores do arco-íris.


— A gente se orgulha de nosso trabalho ajudar a diminuir o preconceito. Se éramos olhados de lado, agora pedem para fazer fotos com a gente. — diverte-se Rafael Cullen , de 19 anos, dançarino do Bonde das Bonecas.
Tornar-se celebridade local pode ser o passaporte para a aceitação pública. Mas nem sempre foi tão tranquilo assumir uma orientação sexual na favela. 


Visite a página oficial do Bonde das Bonecas, clique aqui!


Fonte: OGlobo


Reações:

Post Relacionados

Bonde das Bonecas Grupo Freedom Rating: 5 domingo, 5 de maio de 2013

Nenhum comentário :